Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Love Story

Mãe de primeira viagem, vivi deslumbrada com esta nova história de amor que se vai escrevendo desde a minha gravidez! Partilho agora os nossos momentos, os bons e também os menos bons...

My Love Story

Mãe de primeira viagem, vivi deslumbrada com esta nova história de amor que se vai escrevendo desde a minha gravidez! Partilho agora os nossos momentos, os bons e também os menos bons...

O "Baptizadiversário"

Decidimos celebrar o aniversário do Tiago conjuntamente com a celebração do seu batizado.

Juntámos a família e os amigos e fizemos uma festarola no passado domingo. Foi um dia longo mas cheio de emoções e boas recordações. Foi um dia mágico por várias razões. Primeiro porque estava a baptizar o meu filhote! Depois porque ao mesmo tempo que celebrávamos a sua entrada na comunidade católica, festejávamos o seu 1o ano de vida e ainda porque era dia da Mãe, para mim o primeiro enquanto tal!

Foi um dia que não esquecerei nunca e que foi também tornado especial pela presença das pessoas que têm acompanhado o crescimento do Tiago.

i heart you-236.jpeg

 

 

Marcámos a cerimónia do baptizado para a tarde desse domingo na Igreja dos Santos Reis Magos no Campo Grande e para nossa grande alegria foi o padre Vitor Feytor Pinto quem a celebrou.

i heart you-11.jpg

Os padrinhos estavam escolhidos há mais tempo que o Tiago tem de vida. Para mim sempre fez todo o sentido que para segundos Pais do Tiago, as pessoas que no caso de nós faltarmos ao Tiago estarão sempre presentes para ele e o ajudarão de coração, fossem os nossos irmãos. Quem melhor do que o tio Rui e a tia Dora para padrinho e madrinha do Tiago!

i heart you-73.jpg

 

À nossa espera na igreja estava a Cláudia, fotógrafa da I Heart You Photography, um presente oferecido pelos nossos amigos para registar este dia. A Claudia foi incansável e super amorosa durante todo o tempo que esteve connosco e com os nossos convidados. Obrigada por isso!

 

A cerimónia foi simples, mas carregada da mensagem de Cristo. Houve tempo para reflexão e para uma salva de palmas para acolher a chegada do Tiago à comunidade Cristã. Ainda me emocionei umas quantas vezes mas consegui conter as lágrimas 😊

i heart you-77.jpg

 

 

 

 

Quando comecei a pensar em fazer as duas festas na mesma data houve uma coisa que ficou bem clara na minha cabeça que foi o facto de que eu não conseguiria organizar tudo porque não teria tempo entre a saída da igreja e a chegada a casa para ter tudo pronto para receber os convidados.

Contratei por isso os serviços do Bad Bad Maria. Passem pela página e vejam as galerias impressionantes de festas já realizadas. Como não queria um tema específico para a festa, pedi algo mais natural e rústico e criei uma galeria no Pinterest que partilhei com a Cátia para a orientar na direção a tomar. Um obrigada à Cátia pela organização e decoração da sala da festa!

i heart you-158.jpg

i heart you-153.jpg

 

 

i heart you-135.jpg

 

Em relação à roupa do Tiago, a escolha recaiu sobre um fato de linho cru, o apropriado para a cerimónia na igreja e super confortável para ele. A fatiota foi comprada numa loja que faz as minhas delícias, a Desalinho, com lojas na Avenida da Igreja em Alvalade e também na Praça de Londres. Passem pelas lojas e deliciem-se também!

i heart you-49.jpg

 

Os sapatinhos tinham que ser os clássicos de pele em tom azul escuro, para que os pudesse usar mais vezes e que ficam super mimosos em qualquer toilete.

A toalha do baptismo, essa tem história. O linho de que ela é feita pertencia à minha avó paterna, ainda do seu enxoval de casamento😊 e que a minha mãe aproveitou para fazer as toalhas de baptismo dos dois netos, aplicando uma renda com a imagem de uma vela. Esta peça tem um significado gigantesco para mim, pois foi como que ter a presença da minha avó neste dia tão importante nas nossas vidas!

i heart you-6.jpg

 

A vela encomendámos na loja Ramo Verde, personalizada com o nome e a data em que o baptizado do Tiago se realizou.

 

i heart you-4.jpg

 

O momento mais emocionante da festa foi a altura em que cantámos os parabéns. O meu Tiaguito estava atónito a olhar para todas as pessoas à volta dele, todas a cantar e ainda por cima a mesma canção. Não sei o que lhe terá passado pela cabeça, mas eventualmente algo do género "mas que raio se passa com estes adultos? Piraram todos ao mesmo tempo?"😂😂😂

IMG_1592.JPG

 

O bolo maravilhoso da Migalha Doce estava divinal, tanto em termos estéticos como de sabor. Queria algo fresco e para isso nada melhor que um bolo de limão com frutos vermelhos.

i heart you-144.jpg

 

Foi um dia tão maravilhoso quanto cansativo que terminou com o Tiago super cansado e a necessitar e muito de um sono reparador. Ainda pensei que nos faria uma birra gigante e que nos desse uma noite atribulada, mas tal era o cansaço que dormiu até de manhã e na manhã seguinte ainda fez uma soneca pequena antes de sairmos para o infantário.

Este meu menino é um doce😊que eu amo do fundo do coração!

 

Quando volto a fazer uma festa destas? Quando o rapaz fizer 18 anos ou se licenciar ou casar, não sei... Esta etapa eu tinha que assinalar com pompa e circunstância! As festas de aniversário que hão de vir serão mais caseiras, mais intimistas, até ao dia que ele me peça para lhe fazer algo diferente com temas e amiguinhos da escola. Já me estou a imaginar a preparar festas de aniversário com o tema da "Guarda do Leão" (série de animação preferida dele neste momento) ou de qualquer outra série de que ele goste. Até lá vamos ficar sossegados... ou então não! Sigam-nos para irem sabendo das novidades 😜

 

Beijocas!!!

O coração do Tiago ficou ainda mais repleto de amor 💙

IMG_1489.JPG

 

Quando andava um pouco perdida do caminho da fé e mesmo assim decidi pedir a Deus que me ajudasse a superar o facto de não ter conseguido engravidar depois de quase três anos a tentar, Deus acudiu-me e nesse mesmo mês eu engravidei.

Coincidência?, perguntam vocês; pode ser mas para mim senti isso como uma resposta ao meu pedido, um acto de amor gigante por parte de Deus e sobretudo um chamar da minha atenção, sua serva, em como há muito mais em Deus de compaixão, de perdão, de conforto, de amor e que ele não me tinha abandonado.

 

Por tudo isto, porque sempre pensei batizar o(s) meu(s) filho(s), e porque acredito que tudo quanto nos é dado deve ser retribuído, não poderia deixar de entregar a Deus a fé do meu filhote. Sei que mais tarde o Tiago poderá escolher outro caminho, outra doutrina, mas enquanto eu puder farei com que ele siga o caminho do amor, da dádiva, da compaixão, da fé cristã.

 

Foi neste meu primeiro dia da Mãe enquanto tal que decidimos batizar o nosso filhote e encher com mais amor o seu coração, enchê-lo de Jesus menino.

 

Obrigada meu Deus por mais este dia!

 

(Em breve conto-vos da festarola que se seguiu :) )

E já passou um ano!

DSC01360.JPG

 

Há um ano nascias para alegrar a vida dos teus papás. Há um ano tivemos o melhor dia das nossas vidas ao ver-te chegar forte e rechonchudo. Há um ano eu e o teu pai chorávamos de alegria ao ver-te chegar aos nossos braços.

Não sei explicar o que sinto sempre que olho para ti, não sei explicar como é possível gostar de ti cada dia mais do que no anterior porque não é possível que ontem tenha gostado menos de ti que hoje, não consigo descrever o que experiencio sempre que ao olhares para mim sorris com o sorriso mais sincero do mundo e largas tudo para vires para o meu regaço.

Não sei uma série de coisas mas há uma que tenho a certeza: TU, Tiago, foste a melhor coisa que eu fiz na vida, és o meu maior sonho tornado realidade, és o epítome da minha razão de existir.

Todos os medos que tínhamos de não saber lidar com um ser tão pequeno e aparentemente tão frágil foram desaparecendo para, à medida que foste crescendo, se instalassem outros medos. Dizem que não vamos parar de nos questionar em relação a tudo o que te envolva e nós acreditamos e sentimos isso a cada dia que passa.

Hoje és quase mais um rapazola que um bebé, cresceste e desenvolveste já uma personalidade tua com a qual por vezes é difícil lidar. Mas lá te vamos dando a volta e tu lá vais deixando.

Há um ano e nove meses que te adoramos e mimamos e que fomos fazendo planos para ti e para nós enquanto família. Os planos vão sendo alterados e acrescentados mas há algo que se mantém como premissa : fazermos de ti um filho consciente e feliz!

Ainda recordo o dia em que, a olhar para ti, sereno e no auge dos teus dois meses, chorando e questionando o teu papá se estando a dar-te o que de melhor te poderia dar, serias um bebé feliz. Hoje não tenho grandes dúvidas!

Parabéns filhote por este teu primeiro ano de vida! O primeiro de muitos em que quero que tenhas a certeza que estarei sempre a teu lado para o que der e vier. O primeiro de muitos em que de tudo farei para que sejas feliz e risonho como tens sido. O primeiro de muitos em que as nossas expectativas vão ser derrubadas e darão ligar à realidade da tua existência e do teu ser. O primeiro de muitos em que continuaremos a dar o melhor de nós para te educar com um ser completo. O primeiro de muitos em que nos julgaremos em relação a tudo quanto te fomos passando como ensinamentos, valores, direitos e deveres.

Parabéns meu amor! Parabéns filho! Parabéns Tiago ! Parabéns!

Como o Tiago lida com as minhas ausências?

Parece que chegou o momento em que o Tiago já percebe as minhas ausências e que fica alterado com isso.

Parece que já não poderei ausentar-me sem explicar-lhe para onde vou, o que vou fazer e quando volto.

Por muito que ele não vá, com toda a certeza, perceber tudo o que lhe digo nem que isso o faça ficar menos inquieto durante a minha ausência, terei que passar a falar com ele sobre estes meus "desaparecimentos".

Mais uma viagem de trabalho e portanto são dois dias em que o Tiago não me vê, não me sente, embora me ouça ou veja por telefone ou Skype. Ao que parece ontem achou estranho ser o pai a ir buscá-lo ao infantário e não percebeu porque é que eu não estava por casa. Apontava para todo o lado em busca da mamã, quando viu fotos minhas no telefone do pai desatou a apontar para mim, mesmo quando outras pessoas estavam na foto.

Fiquei de coração partido e já sei o que me espera amanhã de manhã... Indiferença da parte dele para me castigar por me ter ausentado😩

Pronto, vou só ali trabalhar e depois apanhar o voo de regresso a casa, de regresso aos braços dos dois homens das minhas vidas! Beijocas!!!

Ora prova lá isto!

Sabem aquelas situações que toda a gente conta e que pensamos que só nos acontecerão bem mais tarde? Aquelas em que do meio do nada, mesmo depois de vocês terem dito que não, acontecem? Aquelas em que temos que passar por rudes para evitar algo que nós Pais dissemos não querer que acontecesse?

Pois, a nós já nos aconteceu...

 

Estivemos de férias e andámos a fazer um pouco de tudo, visitámos a família pelas Beiras e voltámos a Lisboa e fomos turistas na cidade!

Numa dessas belas tardes deu-me uma vontade gigantesca de comer caracóis e lá rumámos ao Filho do Menino Júlio dos Caracóis para matar a saudade. Para mim os caracóis são tipo os Ferrero Rocher no Inverno, como não há todo o ano, quando chega a altura deles não espero muito tempo para me regalar.

Foi então que o simpático, e não estou a ser irónica, do empregado que nos estava a servir pergunta que idade tem o Tiago, se ele não quer comer qualquer coisa, se ele já come doces, e blá, blá, blá... Digo que não a tudo, e acrescento um sorriso meio amarelo quando respondi à questão dos doces e lá foi o senhor à sua vida, servir outros clientes.

De repente, no meio do nada, só ouço: “toma lá, prova lá isto!” e quando olho para o lado já estava um Big Chupa-Chupa encostado aos lábios do Tiago, daqueles que normalmente há em potes de vidro, no meio de uma centena de chupa-chupas de tantas outras cores, sem sequer estarem embalados, carregadinhos de corante tal é a cor reluzente dos mesmos e ainda, porque o açúcar que têm não lhes chega, uma camada de açúcar em pó por fora para embelezar a coisa (estão a ver quais são?!).

Só tive tempo de dizer “NÃO!” e arrancar o chupa-chupa da mão do senhor e dizer “Eu vou guardar que ele ainda não come disso!” e saiu mais um sorriso amarelo.

O senhor viu-se que ficou meio chateado/arrependido, mas eu não quis saber.

 

A minha pergunta é: Se nós Pais dizemos que não, porque tem alguém de insistir que sim? Com o que quer que seja!

Em relação a tudo, mas sobretudo em relação a coisas como a alimentação das crianças, todos deveríamos ser mais conscientes. Não falo só em relação ao açúcar, até porque mais cedo ou mais tarde o Tiago há-de o ingerir; mas quanto ao que me diz respeito será “mais tarde”; falo sobretudo em relação à atenção que tem de se fazer em relação a introdução de alimentos, alergias, intolerâncias, dietas alimentares no seguimento de doenças, enfim um sem conta de coisas que quem é de fora não sabe. Ora se não sabe, e se os pais dizem que não, NÃO dão! Ou mesmo que os pais não tenham dito que não, não dão sem questionar os Pais se podem dar, se pode comer.

Para mim é muito simples: Se a criança não tem idade para responder por si própria sobre o que pode comer, dá-se aos Pais e eles que façam com aquilo o que quiserem. Não se enfia nada na boca de crianças, muito menos de bébés!

Basta pensar que o que se quer oferecer pode causar uma reação alérgica, uma indigestão, algo menos positivo e que, portanto, é preferível não oferecer sem saber se se pode.

 

Deixo-vos o link para um artigo interessante sobre o assunto: http://www.educare.pt/opiniao/artigo/ver/?id=21086&langid=1

 

Mas pronto, a bela da situação constrangedora já nos aconteceu, e eu lá tive que ser a má da fita e fazer mais um sorriso amarelo em mais uma situação que poderia ter sido evitada.

 

Beijocas!!!

A caixinha dos Tesouros! :)

A caixinha dos tesouros é uma caixa cheia de amor que estamos a preparar para o Tiago.

Essa caixa será bem guardada até ele ter noção das coisas para que um dia mais tarde possa, de olhos brilhantes, olhar para a caixinha dos tesouros e descobrir o que ela contém.

Esta nossa caixa é uma caixa básica do IKEA, branca, estilo arquivador de revistas. Até aqui nada de excitante para ele, ou quiçá a caixa será para ele "o" tesouro e não o que está no interior.

 

Mas vamos aos tesouros, às relíquias guardadas.

 

No dia em que o Tiago nasceu, comprámos quase todos os jornais do dia inclusive alguns desportivos e esses foram os primeiros tesouros que vieram preencher a caixa. Esta era uma ideia que já tínhamos há muito tempo, guardar os jornais do dia em que um filho nosso nascesse para que mais tarde pudesse ver o que aconteceu nesse dia para além do seu nascimento.

 

Desde então fomos enriquecendo a caixinha dos tesouros com tudo o que ao Tiago diz respeito.

Nela incluí os DVDs de todas as ecografias que fizemos e que tanto nos fizeram sonhar em como seria o Tiago e a vida com ele.

O primeiro penso, que cobriu o local da primeira vacina; as pulseiras identificadoras que lhe colocaram na maternidade; os bilhetes escritos ao Tiago em presentes de Natal; as primeiras pinturas feitas este Natal no infantário (com a preciosa ajuda das educadoras e auxiliares); o vídeo da primeira festa de Natal do infantário; fotos nossas antes do Tiago existir e outras comigo grávida; ...

 

Não deverá tardar muito e a caixa terá que ser substituída por uma maior, pois tenho a certeza que não vou conseguir nela guardar tudo quanto quero que ele um dia, ao abrir o seu armário, ao conseguir aceder às prateleiras superiores e ao ver uma caixa que não conhece, tenha a curiosidade de a abrir e se delicie com os tesouros que para ele guardámos.

 

E esta ideia é algo tão simples de se fazer e de se ir enriquecendo!

Então para mim, que sou uma viciada em caixas e em organização, isto é ouro sobre azul!

 

Imagino esta caixa como sendo o presente perfeito de uma vida, com o antes e o depois.

 

Quem de nós nunca ficou maravilhada, estarrecida, de lágrima no canto do olho ao olhar para fotografias, objectos ou brinquedos nossos de quando éramos crianças?

Com toda esta era digital na qual vivemos, não quero tirar ao Tiago o prazer de palpar coisas do que será a sua história!

 

IMG_1349.JPG

 

Beijocas!!!

Favolas à vista!



Não tenho vindo aqui muito, não... O tempo parece escassear e todo aquele que existe tenho-o dedicado a nós, ao Tiago.

Ele está um grandalhão!
A cada dia parece fazer algo novo, faz cu-cu escondendo os olhos atrás das mãos, já não pára quieto e só quer pôr-se em pé, tem finalmente as favolas de cima a romper e as de baixo em processo de erupção, estica a mão quando quer alguma coisa ou alguém, fala pelos cotovelos sempre que iniciamos uma conversa com ele, não pode ver uma pomba que fica hipnotizado a olhar para elas, quando vê uma criança emite sempre um mesmo som, como se estivesse a chamá-las para brincar com ele enfim está um bebé normal para a idade, acho eu!

Mas o que me dá mesmo gozo é perceber que é feliz! Sorri sempre, a tudo e a todos. É surper curioso e quando fixa alguma coisa ou alguém não desvia o olhar, ainda não tem noção de que não deve fazê-lo.  E então, se alguém olha para ele aí derrete-se em olhares envergonhados, e em sorrisos. É um bem disposto!

Mas temos os nosso dias maus, não pensem que é tudo um mar de rosas por aqui. Até porque se fosse eu teria tempo para tudo, para o Tiago, para o trabalho, para a casa, para os posts, e não... não é bem assim.

Nas últimas semanas com as favolas, incisivos centrais superiores, do Tiago a despontar as noites têm sido agitadas. Umas vezes a coisa descamba e lá vem o Tiago para a nossa cama. Confesso que até​ gosto 😆 de quando isso acontece, adoro senti-lo ali pertinho com o seu quentinho de bebé 😍
Mas pronto, não há Bela sem senão, quando ele vem para a nossa cama eu nunca consigo dormir. Ora por medo que um de nós, os adultos, lhe ponhamos um braço ou perna em cima, ora porque tenho medo que ele caia, ora porque ele é um verdadeiro turbilhão e não pára de se mexer e eu tendo o sono leve, lá acordo assarapantada.

 

Ontem o dia foi de chatice com os dentitos, teve um pico de febre durante a tarde e está super rabugento e só quer colo, a noite até se passou bem, mas anda com as bochechas tão rosaditas.

Vamos experimentar um creme novo, da Mytosil para as gengivas (Mitosyl Bálsamo Primeiros Dentes), espero que resulte e que lhe alivie um pouco as dores.

Parece-nos que os dentes vão despontar todos de uma vez agora... Tadixo do meu menino :(


Como podem perceber o cansaço tem-se apoderado de nós, andamos mesmo a precisar de férias aqui por estas bandas, ainda bem que estão quase a chegar. 

Beijocas!!!

Ontem?! Já passou!

O meu pós-parto sobretudo aqueles primeiros dois/três meses não foram fáceis. 

Há ainda bem pouco tempo que recordava e falava dele como tendo sido dos piores momentos que tinha vivido e que por isso, não querendo voltar a passar pelo mesmo, não deveria vir a ter um segundo filho.
Nessa altura, nem eu sabia o que podia fazer para ajudar o Tiago, nem o Tiago sabia bem o que devia fazer...

Nos primeiros tempos não se tem certezas de nada, se o que fazemos é correcto ou não, se estamos a dar conta do recado ou não, enfim.... 

Nessa altura, toda a gente me repetia o mesmo, que  mais tarde haveria de recordar esses tempos com saudade e ternura, ou pelo menos que eu esqueceria o que de menos bom se passou, para pensar só nas coisas boas, e eu... não acreditava numa só dessas palavras!

Como era possível esquecer a dor, as frustrações de não saber o que o nosso filho quer a cada momento, a dependência gigantesca que nos faz não ter horas de refeição ou mesmo tempo para um banho???

Mas pelos vistos é verdade..., o nosso cérebro tem gavetões, ou mesmo baús, daqueles que quando se fecham nunca mais se abrem e encerra neles as coisas menos boas que se passam, só nos deixando recordar o que foi bom. Bem, eu não fiquei desmemoriada, é óbvio que sei bem pelo que passei, mas o certo é que já não recordo esses tempos com tanta dor e aflição.

Hoje posso dizer que isso são coisas do passado, que já não penso nesses tempos da mesma maneira e que quando penso já não são apenas os piores momentos dessa altura que me vêm à memória. É um mix gigantesco de emoções, um rodopiar de memórias que todas elas acabam por fazer com que a recordação dessa altura seja de momentos, vá, bons! Mas foi preciso deixar passar uns valentes 6 meses para pôr os primeiros 3 no baú!

Posso dizer que já consigo pensar no que de bom esses primeiros meses tiveram, o que de bom vivi e aprendi.
Posso dizer que arrumei o que de menos bom se passou e que apenas recordo os bons momentos:
A ternura de um bebé recém-nascido e a fragilidade boa que eles parecem ter, sendo que no fundo são uns lutadores inquietos que amam o aconchego materno e o reclamam incessantemente. 
O toque suave da pele de um bebé recém-nascido, que mais parece veludo😄 e os seus dedinhos minis a agarrarem os nossos dedos gigantes como que em busca de proteção e validação de presença.
O primeiro sorriso misturado com o sono de uma manhã daquelas que se estendem até às duas da tarde e onde apenas buscámos conforto e sossego no introsar do nosso amor.
Os choros, tão diferentes uns dos outros, que se entendem ao fim de um tempo e deixam perceber o que, a cada momento, nos pede afinal o nosso bebé e para nossa grande satisfação lhe damos o que ele precisa.

É isto que recordo, hoje, daqueles primeiros 3 meses!

Beijocas!!!

As grandes conquistas do meu bebecas rapazote

IMG_1317.JPG

 

 

Entrámos numa nova etapa, numa nova fase em que o crescimento do Tiago, quer física como intelectualmente parece acelerar de 2a para 6a velocidade.


É incrível como de repente, depois da entrada nos 9 meses, ele parece absorver o que vê e ouve em menos de nada. 

Coisas como acenar o adeus com a mãozita. Num dia, pela primeira vez abanou a mão e depois disso começou a fazê-lo quando lhe dizemos "Xau, Xau!" e inclusive emite um som muito parecido com "Xau, Xau!".


Coisas como tentar pôr-se de pé e aguentar o peso do seu corpo, foi de uma semana para a outra que o conseguiu.


Coisas como enquanto rasteja ter noção do espaço e do fim da cama ou do sofá e não se tentar lançar para o abismo, parando, observando e chegando-se atrás.


Coisas como ir às compras comigo e ir todo contente no carrinho das compras, dispensando agora o carrinho dele o que me deixa fazer compras a sério!

IMG_1319.JPG

 


Coisas como mudar de assento no carro dos papás, saindo do ovo (que ja está armazenado na arrecadação) e agora assentar poiso numa cadeira que o deixa olhar para nós e para o mundo lá fora. Sim vai virado a favor da marcha, é menos seguro mas ele já andava farto de olhar para trás e fazia birras de meia noite que me obrigavam a parar o carro e ter de o ir consolar (a modos que na autoestrada isso não dá muito jeito...).

IMG_1320.JPG

 


Coisas como saber que se não quer mais sopa pode sempre cerrar os lábios para que a colher não entre com mais sopa, mas assim que sente o sabor da fruta... abre a boca e come todo regalado.


Coisas como ficar excitado ao ver os vídeos do Panda e do Pocoyo, sorrindo e emitindo sons de contentamento durante os mesmos.


Coisas como bater palmas, mas de uma forma bastante descoordenada, que mais parece que quer agarrar as próprias mãos para logo a seguir as deixar fugir.


Coisas como fazer frente ao sono, tentando não adormecer, mas sempre que encosta a cabeça os olhos fecham, para passado uns segundos os voltar a abrir e voltar à carga com mais voltas e voltas que nos fazem lembrar um parafuso!


O meu bebé está a deixar de ser bebé, está a passar a ser um rapazola, um bebecas rapazote!

Este último mês tem sido para ele aquela etapa em que grandes mudanças se fazem notar e nós estamos a adorar!

Anseio pelo dia em que ele dará os primeiros passos mas até lá temos tempo de curtir todas as novidades que vão surgindo a cada semana!

Beijocas!!!

Um passeio pela quinta, bem no meio da cidade

na quinta 2.jpg

 

 

Há lugares mágicos nesta cidade, que até a mim me fazem bem e a Quinta Pedagógica dos Olivais é um desses sítios. Parece que de repente saio da cidade, até os sons mudam e deixo de ouvir o constante refilar dos carros em filas de trânsito infernais, o passo apressado das pessoas no passeio que parecem passar sem perceber que há outros seres que por eles passam.
É incrível como parece que ficamos submergidos naquela pequena micro-esfera de um género de mundo paralelo que nos leva para longe da cidade crepitante.

Conheço esta quinta há alguns anos, desde que a visitávamos com as nossas sobrinhas. Agora que o Tiago já percebe o que o rodeia decidimos ir visitar a quinta com ele e apresentar-lhe os animais.

Acho que nós delirámos mais do que ele, mas pelo menos fica para ele a noção de que existem outros bicharocos para além de gatos e cães.

As primas deliram de cada vez que lá vamos e espero que um dia mais tarde o mesmo se passe com o Tiago. 

Quando lhe apresentámos as galinhas ele ainda se assustou porque houve uma que se lembrou de se espantar e tentar levantar voo 😏

Agora temos também direito a um quiosque onde podemos beber café e sentar na esplanada e aproveitar o sol, quando o há! Há portanto mais condições para passar ali umas horas a desfrutar de um ambiente catita.

Para quem ainda não visitou, passem por lá assim que houver uns raios de sol!

(http://quintapedagogica.cm-lisboa.pt/index.php?id=3782)

Beijocas!!!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D