Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

My Love Story

Mãe de primeira viagem, vivi deslumbrada com esta nova história de amor que se vai escrevendo desde a minha gravidez! Partilho agora os nossos momentos, os bons e também os menos bons...

My Love Story

Mãe de primeira viagem, vivi deslumbrada com esta nova história de amor que se vai escrevendo desde a minha gravidez! Partilho agora os nossos momentos, os bons e também os menos bons...

O nosso primeiro Natal a 3!

DSC00875.jpg

 

 

 

 

DSC00889.jpg

 

Este foi o nosso primeiro Natal com o Tiago, foi o primeiro Natal do Tiago, foi o primeiro de muitos Natais onde haverá mais alegria, mais barulho de gritinhos histéricos por mais um presente a abrir, mais calor humano, e ainda mais amor!

 

Por enquanto o Tiago ainda não liga muito a presentes, prefere os embrulhos, ou os sacos coloridos. Mas não foi por isso que não lhe comprámos presentes, embora a maior parte deles tenham sido bens necessários.

 

Não foi bem este o Natal que eu tinha em mente quando pensei no primeiro Natal do Tiago. Estivemos até à última da hora sem saber o que iríamos fazer, se ficar para não agravar a situação da bronquiolite do Tiago que reapareceu a semana passada, ou se teríamos a companhia dos avós paternos por cá.

Entre os vira e revira da tumultuosa e sinuosa estrada que seguimos ao longo destas últimas semanas, nao foi fácil perceber o que iríamos fazer neste Natal, mas lá acabámos por ficar e ter companhia.

Foi um Natal calminho, sem grande algazarra, sem muita confusão, sem pressas. O jantar fez-se de conversas e degustações, de telefonemas via Skype com a família lá longe, de risotas do Tiago que ainda se esticou na hora de deitar até ao final da entradas.

 

O Tiago abriu os presentes apenas na manhã do dia 25, tal como manda a tradição!

Recorda-me os Natais da minha infância, os que passávamos em França e em que os presentes eram apenas abertos na manhã do dia 25; depois de uma noite em que o sono teimava em não chegar, mas que quando chegava era profundo, tal era o cansaço; depois de termos deixado perto da chaminé (que saudades que eu tenho de uma lareira...) um prato com bolachas e um copo de leite para o Pai Natal e as renas; desciamos as escadas a correr e ficávamos espantados como não havia bolachas e o copo de leite estava vazio e como havia tantos presentes debaixo da árvore!

DSC00877.jpg

 

Depois, há também na minha lembrança os Natais passados por Portugal, aqueles em que toda a família se juntava e cozinhavam desde manhã cedo no dia 24 e até à hora do jantar de consoada; lembro-me de que tínhamos sempre que levar mais um sapato para casa da minha avó materna, para colocarmos junto à chaminé para o Pai Natal saber onde deixar os presentes de cada um; de irmos ver o "Cepo de Natal" arder no centro da vila e de toda a gente ali a juntar depois do jantar; de voltar para casa da minha avó a correr por termos quase a certeza que o Pai Natal já tinha passado e que os nossos presentes lá nos esperavam para serem abertos. Memórias e mais memórias!

 

O melhor presente que eu recebi!? O Tiago!

Não podia pedir muito mais este ano! A vida trouxe-me o que lhe andava a pedir há já algum tempo!

Esta pessoa pequena que me preenche os dias e o coração! Que me dá sorrisos em troca apenas do meu olhar, que me dá conversa só para me poder ouvir falar-lhe mais um pouco.

Tenho o coração cheio! Cheio de amor e de pessoas que eu amo! Os dois homens da minha vida preenchem este meu pequeno coração! Obrigada Tiago e Rui!

 

Boas Festas e Beijocas!!!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D