Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

My Love Story

Mãe de primeira viagem, vivi deslumbrada com esta nova história de amor que se vai escrevendo desde a minha gravidez! Partilho agora os nossos momentos, os bons e também os menos bons...

My Love Story

Mãe de primeira viagem, vivi deslumbrada com esta nova história de amor que se vai escrevendo desde a minha gravidez! Partilho agora os nossos momentos, os bons e também os menos bons...

Porque nem sempre a vida nos dá dias fáceis


Nesta altura em que o dia de Natal se aproxima, seria de pensar e esperar que o meu mood fosse de festa, de alegria. Até que andava animada, e gostava de partilhar desse mood todos os dias mas há coisas que acontecem e que me deixam abatida.

Crescer com a minha avó paterna foi algo que amei e desde que me lembro que adorava ir com ela a todo o lado: às aldeias das irmãs e irmãos dela passar os fins de semana de festa; dormir em casa dela, enroscada nela em modo conchinha (ou como nós dizíamos, em modo cadeirinha); ir com ela até ao rio e brincar na berma enquanto ela lavava a roupa dela e a fazia branquear ao sol; fazer sopa para as minhas bonecas na panela de ferro mini que ela tinha e me punha ao lume.
Fez 92 anos no mês de Outubro e gosto de dizer que é rija! Tem também o seu quê de teimosa, acho que sei de que lado da família herdei este meu feitio 😁

Há duas semanas, numa manhã bem cedinho, decidiu que devia, sem ajuda, levantar-se,

thumb_DSC00590_1024.jpg

 

e caiu fraturando o fémur. Foi operada de urgência.
Durante a estadia no hospital fez as alegrias dos técnicos da UCI cantando as músicas de que se recorda.
Poucos dias depois estava a sair do hospital com indicações de não se mover sem ajuda.
Teimosa como é, ainda nos pregou outro susto, caindo novamente, mas desta vez sem problemas demais.
No entanto ontem voltou às urgências onde está internada para a monitorizarem no seguimento de um episódio de convulsão, eventualmente ainda algo ligado à cirurgia por que passou.

Esta minha miúda graúda é forte, eu sei! Vai ultrapassar mais este revés da vida.
Estando longe não posso fazer grande coisa para lá de pensar nela enviando-lhe boas energias, falar com ela por telefone, enviar-lhe vídeos do Tiago para ela se animar.
É um doce com os netos e os bisnetos, sempre cheia de atenções e também de preocupações.
É tão bom tê-la por cá e poder partilhar com ela alguns momentos da vida do Tiago.

Com isto, o meu espírito natalício apagou-se um pouco. Espero sinceramente que o meu presente de Natal seja a recuperação rápida e a 100% dela para poder contar com ela mais uns bons anos.

Avó, põe-te fina! O Tiago ainda tem umas quantas coisas para aprender contigo e outras tantas para te mostrar!

Menino Jesus, Pai Natal, Anjinho da Guarda da minha avó, façam lá o milagre de Natal acontecer e ponham a minha avó boa outra vez!

Beijocas!!

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D